Bancos de Betim deverão manter vigilância 24 horas em suas agências

Compartilhe:

Os bancos de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), deverão manter segurança privada junto aos caixas eletrônicos de suas agências durante todo o período de funcionamento, inclusive nos finais de semana e feriados.

A lei municipal que torna obrigatória essa medida foi promulgada no dia 15 de abril, pelo 1º vice-presidente da Câmara dos Vereadores, Tiago Santana (PCdoB), também autor do projeto.

"Essa é mais uma vitória importante vitória na luta para que os bancos em funcionamento no Estado mantenham vigilância 24 horas em suas agências. Com o apoio dos vigilantes e da população, vamos avançar cada vez mais", comemora a diretora do Sindicato Vera Gomes.

Segundo ela, o Sindicato tem mantido contatos com vereadores e prefeitos de diversas cidades, como Belo Horizonte, Diamantina, Itajubá, Leopoldina, Rodeiro, Teófilo Otoni e Viçosa. A medida já é lei nos municípios de Cataguases, Ubá e Juiz de Fora.

Em Betim, de acordo com a legislação municipal, o sistema de segurança das agências bancárias deverá incluir vigilantes armados, alarme ligado com os órgãos de segurança pública, ou com a empresa prestadora de serviços de vigilância, e equipamentos de captação de imagens.

Em caso de não cumprimento da lei, os bancos infratores estarão sujeitos a advertência, multa e interdição da agência até a regularização. O prazo para que as instituições se enquadrem no disposto na lei é de 60 dias, contados a partir de 15 de abril.

A fiscalização para  cumprimento da lei e aplicação das penalidades são de responsabilidade do Poder Executivo Municipal, por meios de seus órgãos competentes.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

 

 

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook