Campanha Salarial 2023: Votação da contraproposta apresentada pela patronal poderá ser feita até às 12 horas desta sexta (13), aqui no site do Sindicato

Compartilhe:

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais realizou, nesta quinta-feira (12), duas assembleias presenciais da Campanha Salarial de 2023, uma às 8 horas e outra às 19 horas, em sua sede, no centro de Belo Horizonte.

Para que os trabalhadores do interior também pudessem acompanhar e particiipar, a assembleia das 19 horas também foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da entidade na internet.

Logo após o encerramento da assembleia das 19 horas, o Sindicato abriu votação aqui no site para que os trabalhadores e trabalhadoras que não compareceram presencialmente nas reuniões pudessem opiniar sobre a contraproposta feita pela representação patronal às reinvindicações da pauta da categoria. 

Se você perdeu as assembleias, pode assistir à íntegra da reunião das 19 horas na TV O Vigilante, no site do Sindicato (www.ovigilante.org.br), na página da entidade no Facebook ou canal no YouTube.

Para votar se aprova ou não a contraproposta, ainda dá tempo: clique no quadro que aparece aqui na página inicial. A votação ficará aberta até às12 horas desta sexta-feira (13).

Contraproposta

Entre as principais contrapropostas feitas pela representação patronal, após 10 rodadas de negociações com o Sindicato e as demais entidades representativas dos vigilantes no interior, e apresentadas e debatidas nas assembleias de ontem, estão:

> REAJUSTE SALARIAL

- Reajuste salarial: 5,97%.

- Piso salarial dos vigilantes: R$ 2.185,51 + 30% de adicional de periculosidade (R$ 655,65) = R$ 2.841,16.

- Piso salarial do pessoal administrativo, R$ 1.939,79.

- Piso dos empregados da faxina, office  boy, contínuo, servente ou assemelhados:  R$1.320,00.

- Piso salarial da Escolta Armada: R$ 2.731,88 + adicional de periculosidade de 30% (R$ 819,16) = R$ 3.551,44.

> BENEFÍCIOS

- Cartão cesta básica / mês: R$ 184,90.

- Tíquete refeição por dia efetivamente trabalhado: R$ 24,43.

> PLANOS DE SAÚDE E ODONTOLÓGICO

- Plano de saúde: R$ 124,17.

- Plano odontológico: R$ 18, 60.

> DEMISSÕES

As empresas poderão demitir os empregados, sem justa causa, no caso de ocorrer a transferência da prestação de serviço a outra empresa, seja em decorrência do rompimento do contrato de prestação de serviços, tomada de preço, convites ou determinação do tomador do serviço, desde que:

a) Informe previamente ao trabalhador e ao Sindicato profissional, o posto de serviço a ser ocupado pelo empregado;

b) Não implique em transferência de domicílio do empregado;

c) Sejam mantidas condições idênticas ou similares de transporte coletivo;

d) Concedam garantia de emprego pelo prazo mínimo de 6 meses.

> VIGILÂNCIA/SEGURANÇA DE EVENTOS

Fica assegurado ao vigilante de eventos, a partir de 1º de janeiro  de 2023, o recebimento do valor mínimo de R$ 175,08 por dia de evento trabalhado, até o limite de 8 horas diárias.

Para plantões diários com carga horária superior a 8 horas, será devido, além da diária acima, o valor de R$ 20,64 por cada hora que exceder à oitava hora trabalhada.

> PERÍODO DESTINADO A TROCA DE UNIFORMES

Fica ajustado que o tempo despendido diariamente pelo empregado na troca de uniformes, desde que não superior a 15 minutos, não será considerado período de serviço efetivo a que faz alusão o art. 4º da CLT.

> DIVISOR DE JORNADA

O valor do salário hora, independentemente da jornada de trabalho, será obtido medianteutilização do divisor 220.

> DIÁRIA DE ALIMENTAÇÃO

A empresa fornecerá aos seus vigilantes de Escolta Armada, para jornada de até 8 horas, o tíquete alimentação no valor de R$ 24,43.  Caso a jornada ultrapasse as 8 horas, será fornecido um valor complementar de R$ 3,33 por hora adicional trabalhada.

> CAFÉ DA MANHÃ

As empresas, para os profissionais de Escolta Armada, ficam obrigadas a concederem café da manhã para os empregados que iniciarem suas atividades na sede da empresa até as 8 horas da manhã. Na impossibilidade de concessão do café da manhã, a empresa pagará um auxílio alimentação complementar no valor de R$ 6,64.

"Chegamos a um momento decisivo da Campanha Salarial, já que a data-base da categoria, que é 1º de janeiro, bem como a validade da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), foi prorrogada apenas até o próximo domingo, dia 15. A decisão sobre os rumos dessa nossa luta agora está em suas mãos, trabalhador e trabalhadora. Avalie bem a contraproposta e decida, para que possamos trilhar o rumo certo na Campanha Salarial. Democraticamente, a diretoria do Sindicato acatará a vontade da maioria", diz o presidente do Sindicato, que conduziu a assembleia das 19 horas juntamente com os demais membros da Direção Executiva da entidade: o vice-presidente José Carlos; secretário-geral Romualdo Alves Ribeiro; e o cordenador de Finanças, Ronaldo Gomes.

Para rever a assembleia das 19 horas ou as edições anteriores do Programa, Voz do Vigilante MG, acesse a TV O Vigilante, no site do Sindicato: www.ovigilante.org.br; o perfil no Facebook ou canal no YouTube.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Sindicato dos Empregados das Empresas de Segurança e Vigilância do Estado de Minas Gerais
Sede: Rua Curitiba, 689, 9º andar, Centro, Belo Horizonte/MG. Telefone: (31) 3270-1300
Clube dos Vigilantes: Rua Sindicalista Lúcio Guterres, 537, bairro Chácaras Cotia (Nacional), Contagem/MG.
Telefone: (31) 3665-9142 | E-mail: ovigilante@ovigilante.org.br
Total de visitas: 4227202