Escolas de formação de vigilantes suspendem aulas por causa do novo coronavírus

Compartilhe:

Escolas de formação de vigilantes confirmaram nesta sexta-feira (20) a suspensão de suas atividades em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

O Curso de Especialização, Preparação e Aperfeiçoamento de Vigilantes (Cepav) anunciou que vai se manter fechado "por tempo indeterminado, até que haja um aval de órgãos públicos e federais para o retorno".

Segundo a escola, todos os alunos que efetuaram o pagamento para a nova turma não serão prejudicados e serão comunicados sobre o retorno das atividades regulares.   

A Efaseg disse que, "visando a saúde e bem estar de seus alunos, equipes e familiares", vai interromper as atividades a partir da próxima segunda-feira (23), também por tempo indeterminado. Para esclarecer dúvidas, a escola disponibilizou o telefone (31) 9-9280-1003.

Já a Escola Brasil de Segurança decidiu suspender suas atividades a partir desta sexta-feira, em respeito ao Decreto da Prefeitura de Belo Horizonte 17.304, de 18 de março de 2020, que "determina a suspensão temporária dos Alvarás de Localização e Funcionamento e autorizações emitidos para realização de atividades com potencial de aglomeração de pessoas para enfrentamento da Situação de Emergência Pública causada pelo agente Coronavírus – COVID-19".

Sindicato e Clube

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais também suspendeu o atendimento presencial ao público em sua sede, em Belo Horizonte, por tempo indeterminado.

Durante todo o período de incidência do novo coronavírus, a diretoria do Sindicato continuará trabalhando internamente, na sede da entidade, e estará à disposição dos trabalhadores e trabalhadoras pelo telefone (31) 3270-1300 ou e-mail ovigilante@ovigilante.org.br.

Já o Clube dos Vigilantes, em Contagem, está fechado desde a última quarta-feira (18). Com a interdição, foram suspensas todas as comemorações de aniversários que seriam realizadas no local. Os convites adquiridos para os dias em que o Clube permanecer fechado continuarão válidos e poderão ser utilizados posteriormente.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook