Escolas pressionam trabalhadores da Esquadra a pagarem pelo curso de reciclagem; Sindicato denunciou caso à PF

Compartilhe:

Trabalhadores da Esquadra Vigilância, que fechou as portas no início do mês sem dar qualquer satisfação e muito menos acertar as verbas rescisórias com seus funcionários, enfrentam mais uma dor de cabeça: não estão conseguindo receber o certificado do curso de Reciclagem.

Segundo denúncias feitas ao Sindicato, tanto a Escola Mineira quanto a Efaseg estão cobrando dos trabalhadores o pagamento do curso, que é de responsabilidade da Esquadra.

"Como a Esquadra não pagou a Reciclagem, a escola diz que só vai entregar o documento se solicitarmos uma segunda via, que custa R$ 300,00, e pagarmos do nosso próprio bolso", denunciou um trabalhador.

Em contato com a Escola Mineira, o Sindicato confirmou o fato e já formalizou denúncia à Polícia Federal e encaminhou o caso ao Departamento Jurídico da entidade para que tome as providências necessárias para defender os direitos dos trabalhadores.

Chantagem e BO

"É inadmissível que os trabalhadores, que estão sem emprego e sem salário, passem por essa chantagem das escolas. Conforme prevê a Portaria 3.233/2012, quem é obrigado a pagar a reciclagem é a empresa. Se ela não pagou, as escolas têm que correr atrás dela, e não penalizar ainda mais os trabalhadores", aponta o presidente do Sindicato, Edilson Silva.

Caso necessite com urgência do certificado da reciclagem e decida arcar com os custos, nesse caso, o Sindicato orienta aos trabalhadores para que exijam a nota fiscal e registrem um boletim de ocorrência para futuro ressarcimento.

Mais informações sobre a situação da Esquadra na Live do Sindicato, que vai ao ar nesta terça-feira, às 19 horas, pelo Facebook e YouTube.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook