É hora de dar um basta nos abusos da Esquadra Vigilância

Compartilhe:

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais já acionou seu Departamento Jurídico para tomar as medidas necessárias para fazer com que a Esquadra Vigilância cumpra com suas obrigações trabalhistas.

A diretoria do Sindicato também deverá denunciar a empresa à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais (SRTE-MG) por desrespeito à legislação e aos direitos dos trabalhadores.

Para que os vigilantes recebam seus direitos o quanto antes, o Sindicato também acionará os respectivos tomadores de serviços para que assumam subsidiariamente sua responsabilidade.

Desde o início desta semana, inúmeros empregados da empresa que prestam serviços em instituições bancárias (Banco do Brasil e Santander) e na MRS logística entraram em contato com o Sindicato para denunciar a Esquadra.

De acordo com as reclamações, até o final da tarde desta terça-feira (10), a empresa não havia feito o pagamento do salário e benefícios de outubro (tíquete-refeição e vale-transporte).

A Esquadra também não pagou os convênios médico e odontológico, mesmo tendo descontado dos salários empregados; não quitou as férias do pessoal que entrou em gozo em outubro e novembro e nem acertou as verbas rescisórias de trabalhadores demitidos nas últimas semanas.

Trabalhadores também se queixaram de atraso nos depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que o acendeu o alerta vermelho entre os funcionários quanto a seu futuro na empresa.

Em contato com a direção da empresa na última segunda-feira (9), o Sindicato foi informado que as pendências seriam sanadas até esta terça (10). Mas o compromisso assumido pela representação da Esquadra não foi cumprido. É hora de dar um basta nessa situação!

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook