Seminário dá início à Campanha Salarial dos Vigilantes de Minas Gerais 2021

Compartilhe:

As entidades representativas dos Vigilantes em Minas Gerais deram início à Campanha Salarial dos Vigilantes de Minas Gerais na última terça-feira (20), com a realização de um seminário pela internet, devido às recomendações de distanciamento social recomendadas pela autoridades sanitárias e de saúde para prevenção ao novo coronavírus (Covid 19).

O seminário foi aberto pelo presidente do Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais, Edilson Silva. Também participaram da reunião diretores da entidade e dirigentes do Sindicato dos Vigilantes de Juiz de Fora, Sindicato dos Vigilantes de Montes Claros, Sindicato dos Vigilantes de Uberaba e do Sindicato dos Vigilantes de Uberlândia.

O evento virtual contou, ainda, com as presenças dos presidentes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo; Federação Interestadual dos Vigilantes (FITV), Celso Adriano; e da Confederação Nacional dos Trabalhadores de Segurança Privada (Contrasp), João Soares; além do coordenador técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos em Minas Gerais (Dieese-MG), Fernando Duarte.

No seminário, foram feitas análises da atual conjuntura, dos acordos feitos por sindicatos da categoria este ano em outros estados e debatidos os desafios e dificuldades que a categoria deverá enfrentar na Campanha que se inicia em Minas.

Confira no site do Sindicato, Facebook e no YouTube as mensagens enviadas pelos presidentes da CTB, FITV e Contrasp aos vigilantes de Minas Gerais.  Veja também a análise feita pelo técnico do Dieese-MG sobre as negociações salariais.

Assembleia

A pauta de reivindicações da Campanha Salarial será apresentada à categoria e debatida com os trabalhadores e trabalhadoras em assembleia na próxima terça-feira (27), às 19h, que será realizada pela internet, no canal do Sindicato no YouTube e no perfil da entidade no Facebook.

Após a assembleia, o Sindicato colocará em seu site (www.ovigilante.org.br) um sistema pelo qual os trabalhadores e trabalhadoras poderão votar se concordam ou não com a proposta de pauta de reivindicações apresentada durante a reunião. A votação poderá ser feita até às 17h da quarta-feira seguinte, 28. Não deixe de participar!

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook