Sindicato cobra do Sicoob de São José da Lapa contratação de vigilante profissional

Compartilhe:

O diretor do Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais Hailton Rosa (foto) esteve na manhã da última sexta-feira (7) no banco Sicoob de São José da Lapa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Na fiscalização de rotina, foi constatado que a instituição financeira, que possui estatus de rede bancária, não conta com um profissional de vigilância privada, mas apenas com um porteiro.

Denunciada pelo Sindicato à Polícia Federal em inspeção anterior, o Sicoob de São José da Lapa continua insistindo em não contratar um profissional adequado e qualificado para a função.

"O vigilante profissional, armado ou desarmado, é preparado para enfrentar os mais diversos tipos de eventualidades que ocorrerem no interior da agência. Sem um profissional capacitado, os riscos às pessoas que acessam o local e ao próprio patrimônio da instituição são enormes", calcula Hailton.

Para o diretor do Sindicato, ao não contratar um profissional de vigilância, o banco demonstra que não está preocupado com a segurança de seus empregados e nem dos seus clientes, mas apenas com o retorno financeiro.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

 

 

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook