Sindicato dos Vigilantes repudia agressão a dirigente durante fiscalização em evento em Itabira

Compartilhe:

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais repudia a covarde agressão sofrida pelo diretor da entidade em Itabira, Agnélio Vieira, na noite do último sábado (3), naquela cidade.

O dirigente sindical foi atacado por um grupo de homens a serviço de uma empresa que prestava serviços de vigilância de forma ilegal em um evento musical que estava sendo realizado no parque de exposições local.

Com a violência, Agnélio teve vários ferimentos nas mãos e joelhos. O celular do diretor do Sindicato, que estava sendo utilizado para registrar a atuação da segurança ilegal, foi pisoteado e destruído propositalmente pelos agressores.

Diante da gravidade da situação, o Sindicato informa que foi registrado um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Militar; que denunciará o fato à Polícia Federal;  e que, por meio de seus advogados, adotará todas as medidas necessárias para a devida apuração dos fatos e responsabilização dos culpados.

"Enquanto representantes dos profissionais de segurança privada, legitimamente eleitos pela categoria, a Diretoria deste Sindicato não se deixará curvar por ameaças ou agressões de quem quer que seja, principalmente de empresas que atuam de forma ilegal no setor. A fiscalização é uma das atribuições dos dirigentes, que tem o objetivo impedir que empresas sem a devida autorização e pessoas sem a devida formação profissional atuem no mercado", afirma o presidente do Sindicato, Edilson Silva.

Mais informações sobre o fato você confere nesta terça-feira (6), no Programa Vpz do Vigilante MG, que vai ao ar às 19h, pelo Facebook, YouTube e site do Sindicato: www.ovigilante.org.br.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Sindicato dos Empregados das Empresas de Segurança e Vigilância do Estado de Minas Gerais
Sede: Rua Curitiba, 689, 9º andar, Centro, Belo Horizonte/MG. Telefone: (31) 3270-1300
Clube dos Vigilantes: Rua Sindicalista Lúcio Guterres, 537, bairro Chácaras Cotia (Nacional), Contagem/MG.
Telefone: (31) 3665-9142 | E-mail: ovigilante@ovigilante.org.br
Total de visitas: 4038629