Sindicato solicita reunião com a representação patronal para debater situação dos trabalhadores diante da ameaça do novo coronavírus

Compartilhe:

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais solicitou uma reunião com o Sindesp-MG, entidade que representa as empresas de segurança e vigilância no estado, para cobrar da patronal medidas para se evitar que os vigilantes sejam expostos ao novo coronavírus (Covid-19) nos locais de trabalho.

A reunião será realizada nesta quarta-feira (18), às 17h, na sede do Sindesp, na capital.

"Queremos debater com os patrões quais medidas estão sendo tomadas pela representação patronal e pelas empresas para proteger os trabalhadores e trabalhadoras e evitar que sejam contaminados. Estamos diante de uma situação que pode afetar a todos nós, por isso, medidas urgentes precisam ser tomadas", disse o presidente do Sindicato, Edilson Silva.

Clube

Para garantir a saúde segurança de todos e todas, a Diretoria Executiva do Sindicato decidiu fechar o Clube dos Vigilantes, em Contagem, a partir desta quarta-feira (18), por tempo indeterminado.

A decisão é baseada nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da  Saúde e demais autoridades federais, estaduais e municipais.

Com a interdição, ficam suspensas todas as comemorações de aniversários no Clube. As comemorações já reservadas poderão ser remarcadas para outras datas assim que o funcionamento volta à normalmente.

Os convites adquiridos para os dias em que o Clube permanecer fechado continuarão válidos e poderão ser utilizados posteriormente.

Para mais informações, fala com a gente: (31) 3270-1300.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook