Sindicato vence ação na Justiça em prol dos ex-empregados da CJF/Itaú: trabalhadores já podem receber seus direitos

Compartilhe:

O Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais, por meio do seu Departamento Jurídico, acaba de obter mais uma importante vitória para os  trabalhadores e trabalhadoras.

Após mais de 6 anos de luta, a Justiça do Trabalho deu ganho de causa à entidade na ação movida contra a CJF Vigilância / Banco Itaú referente ao não pagamento das verbas rescisórias.

Com a vitória, finalmente, os ex-empregados da empresa, que prestavam serviços à instituição bancária, vão receber a última parcela do acordo feito entre o Sindicato e a CJF mais a multa referente ao artigo 477 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

O acordo feito em 2013 previa o pagamento aos trabalhadores dividido em 4 parcelas. No entanto, como a empresa quebrou, a última parcela e a multa não foram pagas, obrigando o Sindicato a recorrer à Justiça. Na ação, o banco foi condenado subsidiariamente e o alvará já foi liberado, beneficiando a mais de 450 vigilantes.

"Essa é mais uma grande vitória dos trabalhadores conquistada pelo Sindicato nos últimos anos. Agradecemos a todos que confiaram na gente pela paciência, diante do longo período de tramitação do processo na Justiça. Assim como nesse caso, a diretoria da entidade não tem medido esforços para que todos recebam seus direitos. Com fé, união de todos e muito trabalho, a vitória é certa", comemora o comemora o coordenador do Departamento Jurídico, Vitor dos Santos.

Os trabalhadores que fazem parte do processo devem entrar em contato com o Departamento Jurídico do Sindicato o mais breve possível, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, pelo telefone (31) 3270-1334 (falar com o Douglas), e se informar sobre os procedimentos para receber seus direitos.

Fonte: Imprensa do Sindicato.