Trabalhadores aprovam pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2021: documento será entregue aos patrões no dia 6/11

Compartilhe:

A pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2021 foi aprovada por 97% do total de trabalhadores e trabalhadoras que participaram da votação realizada pelo Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais em seu site, entre os dias 27 e 28.

"Aprovação da pauta pela quase totalidade dos trabalhadores que atenderam ao chamado do Sindicato e participaram da votação demonstra que estamos no caminho certo. É uma pauta robusta, mas pé no chão. Agora, para torná-la realidade, temos uma verdadeira batalha pela frente. Por isso, contamos com  a união, mobilização e o apoio de todos e todas em mais essa luta", disse o presidente do Sindicato, Edilson Silva.

A proposta de pauta foi apresentada à categoria durante a assembleia virtual realizada pela entidade na noite da última terça-feira (27), transmitida pelas suas redes sociais Facebook e YouTube.

A votação teve início pouco depois do encerramento da assembleia, às 20h30, e se estendeu até às 17 horas de ontem.

Principais reivindicações

Entre as principais reivindicações da pauta aprovada pela categoria, baseada na situação econômica do país, nas demandas da categoria e em sugestões feitas por profissionais de segurança privada de todo o Estado, estão:

- Reajuste salarial: 100% do INPC acumulado entre 01/01/2020 e 31/12/2020 + 5% de produtividade + 5% de ganho real;

- Melhoria da cesta básica;

- Fornecimento de 30 tíquetes refeição por mês, no valor de R$ 30,00 cada;

- Fornecimento de tíquete refeição durante as férias;

- Planos de saúde e odontógico gratuitos para os trabalhadores e dependentes;

- Aumento do período de estabilidade no emprego pré-aposentadoria, de 18 meses para 36 meses;

- Plano de saúde nacional para o pessoal da Escolta Armada;

- Alojamento adequado para os trabalhadores que prestam serviços em eventos quando em viagem;

- Garantia de quota mínima de 30% para as mulheres no quadro funcional das empresas, nos setores público e privado, e igualdade de condições de trabalho, salário e progressão funcional;

- Melhoria das condições de trabalho.

A pauta dos trabalhadores será entregue aos patrões, pelo Sindicato e as demais entidades representativas dos vigilantes no Estado, em reunião no dia 6 de novembro.

Fonte: Imprensa do Sindicato.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2019/2020

Ver todas »

Facebook